SOBRE

A Casa Sonora é um Home Studio localizado em Porto Alegre – RS, gerenciado pelo Produtor Musical Wagner Rodrigues que possui mestrado na área de Tecnologia da Geoinformação (UFSM) e graduação em Produção Fonográfica (UNISINOS), um curso com ênfase nos processos voltados para a produção de bandas e artistas em estúdios, envolvendo principalmente técnicas de gravação e mixagem de áudio. 

Como estudante teve a oportunidade de estagiar na gravadora Sigmund Records, onde trabalhou com diversos músicos, tais como: King Jim (Garotos da Rua / Los 3 Plantados), Luciano Albo (Os Cascavelletes / Tenente Cascavel), Marcio Petracco (TNT), Lucio Dorfman (ex-Engenheiros do Hawaii), entre outros.

Iniciou suas atividades musicais na cena da cidade de Santa Maria, nos anos 90, em bandas de rock (autorais e covers), onde se apresentou em diferentes espaços culturais e casas noturnas, participando do famoso Festival Nossas Expressões, evento histórico organizado pelo DCE da UFSM, no qual dividiu o palco com Os Replicantes e Nelson Coelho de Castro, além de outros grupos locais.

Já morando na capital do Estado integrou a banda de post rock Apofenia; fez parte do grupo Instrumental FEEVALE e foi da banda de apoio da cantora e compositora Luisa Eltz, ficando em 1° e 2° lugar na categoria Rock do V e VI Festival de Música de Gramado. Além disso, marcou presença em eventos importantes, como: Fórum Social Mundial 2016, Festival Multicultural GuapoRock e Festival Espacial da Querência Garagística.

O estúdio está em atividade desde 2017 prestando serviços de Produção Musical, incluindo gravação, edição, mixagem e masterização de áudio. Alguns clientes, são: Eletroacordes, A Ordem Inversa, Pupilas Dilatadas, Cine Baltimore, Punkzilla!, Alex Lappann, King Jim, Lo Que Te Voy A Decir, etc.

Em 2021 a Casa Sonora produziu e lançou o álbum de canções inéditas “Território Antifa”, reunindo 8 bandas e 1 artista solo, num esforço colaborativo que rendeu ótima repercussão nas mídias, tais como: Correio do Povo, Roadie Metal, Headbangers News, Rádio Cult FM, Cultura em Peso, entre outras. Também gerou lives, entrevistas e comentários (Resenha Pop, Rádio Putzgrila, Mutante Rádio, Expedição ComMúsica…), onde o estúdio se consolidou não só pela sua expressiva produção artística, em um cenário estagnado pela pandemia, mas também como um pólo de resistência contra o fascismo. 

A Casa Sonora é a casa do Rock, o Rock é o prato da casa. Acompanha dose cavalar de cafeína diretamente na corrente sanguínea.