Ligante Anfetamínico lança Lyric Video “Bad Girl” com diversas participações femininas

Ligante Anfetamínico lança Lyric Video “Bad Girl” com diversas participações femininas

Oito de março, dia internacional das mulheres, é um dia muito representativo na luta pela equidade entre os gêneros, nas mais diversas áreas da nossa sociedade. Nesta data, extremamente relevante, a Ligante Anfetamínico, presta a sua singela homenagem com o lançamento do Lyric Video para a música Bad Girl, com diversas participações femininas.

Este lançamento é dedicado a todas as mulheres, em especial para as Bad Girls que não se adequam aos padrões existentes, que representam o empoderamento e não se calam diante das injustiças que através de sua postura dão voz e encorajam outras mulheres e até mesmo, gêneros não binários.

O trabalho contou com a participação das seguintes bad girls: 

Déby – Punkrockets (Canoas)
Patricia Mass – (Blumenau)
Michele Frison – (Caxias do Sul)
Orla Coughlan – (Galway – Irlanda)
Janaina Perotti – (Caxias do Sul)
Veri D’Avila – Pupilas Dilatadas (Porto Alegre)
Kriz Braga – (Caxias do Sul)
Fran Pigosso – (Farroupilha)

Produzido pela galera do Motim Underground, projeto de divulgação da música autoral independente brasileira,  iniciado em 2017 por Ruy Araújo e dedicado à música underground, visando prestar o melhor apoio possível à cena de forma igualitária.

Assista ao vídeo:

Sobre a Ligante Anfetamínico:

No ano de 1998 nasce a Ligante Anfetamínico, a banda que viria a se tornar o expoente máximo do punk rock da serra gaúcha. Surge com muita personalidade e estilo definidos. Criatividade e produção incessantes tornam-se, pouco a pouco, a marca desta banda que teve a coragem de romper com o cover e mostrar somente trabalhos autorais.

Mudaram os meios de distribuição, as rádios viraram on-line, as redes sociais vieram para ficar e criar a conexão entre o artista e o público e a Ligante não parou no tempo. Atualmente é uma das bandas que mais atende solicitações de entrevistas nas redes sociais, que mais toca nas diversas rádios web espalhadas pelo Brasil. Suas redes sociais crescem mais e mais a cada dia.

Poucas bandas autorais surgidas na serra gaúcha se deram ao luxo de completar mais de 20 anos de trajetória ininterrupta. A Ligante Anfetamínico é um nome que ninguém esquecerá no dia em que se biografar a história do punk e da cena underground de Caxias do Sul – RS.  

Nascida no bairro Cruzeiro a Ligante passou por diferentes fases, com diversos componentes. Ora puxou mais para o punk e hardcore, ora para o rock, mas sempre se manteve independente. Tendo como principais influências Os Replicantes, Sex Pistols e Ramones.

Integrantes da Ligante Anfetamínico

Os garotos nunca esconderam a grande referência que são Os Replicantes e o cantor Wander Wildner, ex-Replicantes. Aliás, o nome da banda é inspirado numa demo-tape chamada “Punk Rock Anfetamínico Que Matou a Modelo“, da primeira banda de punk brega, a Sangue Sujo.

A Ligante Anfetamínico hoje é composta por:

  • Esqueleto: vocalista, que está desde o início;
  • Luciano Paim: baterista, fundador da banda;
  • Jocemar Boeira (JM): guitarrista;
  • Anderson Severo (Tchaina): baixista.
A banda caxiense tem duas demo-tapes, lançadas em fita cassete e três CDs de estúdio, 3 singles, um DVD com a história da banda, 3 coletâneas: Demoatlantida (2002 ), 20 anos de Ligadeira em vinil (2020) e a coletânea Lembra?? em CD com 25 músicas (2021).
 
Fique ligado e siga a Ligante Anfetamínico:
Conteúdo enviado para a Casa Sonora por subdiscos@gmail.com
Revisão e edição: Wagner Rodrigues