Projeto musical independente, que visa dar visibilidade a cena rock underground local durante a pandemia, é contemplado em edital da Lei Aldir Blanc em Sapucaia Do Sul.

Projeto musical independente, que visa dar visibilidade a cena rock underground local durante a pandemia, é contemplado em edital da Lei Aldir Blanc em Sapucaia Do Sul.

Morrostock traz a edição Morrostock de Peso com a luta Antifascista que deu oportunidade as bandas parceiras do Arquivo Punk Rock do Sul, que em junho de 2020 lançaram a Coletânea bandas ANTIFASCISTAS, onde foram chamadas oito bandas das 23 do disco para fazer parceria com o Estúdio Trilha Hub Cultural, que irão promover nos dias 30 e 31 de janeiro o festival online que soma 6 horas de música independente e entrevistas com bandas underground.

O ano de 2020 foi marcado por uma grande pandemia que desafiou em muito a capacidade de nos reinventarmos, onde a criatividade fez alguns projetos se manterem ativos e as ações culturais digitais conseguiram salvar muita gente envolvida na área. Parece que 2020 não acabou, seguimos a batalha para voltar a produzir, trabalhar e unir pessoas com segurança.

Chegou 2021, e nesse primeiro trimestre o quadro não mudou muito apesar da esperança da volta dos eventos presenciais ainda esse ano após a tão aguardada vacina. Com isso vamos dando continuidade ao fluxo que se desenhou no ano passado e mantendo a chama acessa, ou o copo meio cheio.

O trabalho em rede de forma coletiva tem sido a chave do sucesso e aqui especificamente falando da belíssima parceria entre o Morrostock, Arquivo Punk Rock do Sul e Trilha Hub Cultural, que com muita alegria estão organizando juntos o “Morrostock de Peso na Trilha”: uma série de apresentações gravadas ao vivo no estúdio Trilha Hub Cultural em Sapucaia do Sul, com 8 bandas independentes da cena contracultural gaúcha, executando canções autorais que navegam do punk/hc ao rock alternativo.

Lê Sisa do Arquivo Punk Rock do Sul faz uma chamada para o evento. Se liga aí:

Para Gabi, baterista da banda Abigail, anfitriã do evento, “ter participado do Festival Morrostock foi uma grande oportunidade de voltar a sentir o que a música nos proporciona e até o frio na barriga dos palcos, além, é claro, da esperança em ver que essa pandemia vai passar e voltaremos a fazer aquilo que amamos.”

Paulo Zé, idealizador do evento afirma que o Morrostock de Peso é uma gratidão ao evento, pois ele que iniciou toda caminhada do que um dia se tornaria o tão conhecido Festival Morrostock no Rio Grande do Sul – “O que transforma o Morrostock, a alma dele foi Punk, foi Hardcore, foi Metal, enfim o Morrostock de Peso é uma gratidão, pois a raiz do Morrostock foi pesada.”

O “Morrostok de Peso na Trilha” vai ao ar nos dias 30 e 31 de janeiro e foi um dos projetos contemplados pela Lei Aldir Blanc pelo município de Sapucaia do Sul, com a finalidade de minimizar o negativo impacto econômico causado pela COVID-19 no setor cultural, como nos traz Tiele, fotógrafa e moradora da cidade de Sapucaia do Sul – “Oportunizar espaço para profissionais afetados pela pandemia, mostra o comprometimento do Arquivo Punk Rock com os artistas. Foi gratificante, mesmo em tempos difíceis, estar entre pessoas tão especiais.”

O que?

Quando?

Sábado 30/1, às 20h:

Domingo, 31/01 às 19h:

Onde?